Carregando

Oferta única: o que você precisa para se diferenciar da concorrência

Por banco-topazio | 10 de julho de 2019

O mercado está sendo impactado pela evolução digital que vivemos, onde as mudanças acontecem com muita velocidade, e a tarefa de atender às necessidades e desejos de clientes cada vez mais informados parece ficar mais difícil a cada dia. Então, como se destacar da concorrência e fazer os consumidores escolherem sua loja? A resposta pode estar na chamada oferta única.

Se você nunca ouviu falar nesse termo, não se preocupe. Nós explicamos: até pouco tempo atrás, promoções, descontos e propostas do tipo “pague um, leve dois” realmente atraíam os compradores. Mas, se todo mundo está usando esse recurso, é preciso se diferenciar. Então, simplesmente seguir repetindo o que já se fez e “sempre deu certo” está deixando de ser uma opção para quem busca não só crescer, mas se manter no mercado.

Assim, entra em cena a estratégia de oferecer produtos ou serviços únicos, que pode ser aquele cafezinho gratuito no seu restaurante ou a lavagem dos vidros do carro enquanto o cliente está abastecendo no seu posto de combustível. Afinal, se o que você coloca à disposição dos seus clientes é exclusivo na sua região, eles vão preferir a sua loja, e a concorrência terá que ser criativa para correr atrás do prejuízo.

 

Como se diferenciar?

Você já ouviu falar na estratégia do “oceano azul”? Esse conceito foi explicado no livro A Estratégia do Oceano Azul – Como criar novos mercados e tornar a concorrência irrelevante, que diz que a melhor forma de superar a concorrência é parar de tentar superá-la. Ou seja, nossa dica pode até parecer óbvia, mas nem todo mundo se dá conta de que é possível buscar mercados ainda inexplorados, novos nichos, como se você estivesse criando um “oceano”, onde seu estabelecimento navega livre, fazendo o que nenhum concorrente faz ou de um modo totalmente diferente e único.

Quer ver um exemplo prático? A Casas Bahia não criou um novo mercado, mas sim um novo modelo de negócio, que atraiu e fidelizou novos clientes. A marca apostou em um nicho que, até então, não tinha muita atenção do varejo – as classes C e D -, apresentando serviços que atendiam às suas necessidades específicas, como a possibilidade de abrir um carnê (crediário), podendo pagar os produtos parcelados ou financiados.

Acontece que todo novo modelo de negócio, no início, é uma novidade. Mas, com o tempo, a iniciativa começa a ser copiada e até mesmo aperfeiçoada, e a situação muda. Por isso, atenção! É indispensável estar sempre atento aos movimentos do mercado para encontrar os “buracos” que a concorrência ainda não conseguiu tapar.

 

Oferta única: mais valor para o cliente

Na estratégia de oferta única, é importante que as empresas avaliem o mercado como um todo e as tendências que estão em alta. Assim como a Casas Bahia aproveitou para suprir necessidades das classes C e D, a Natura atendeu ao desejo das suas consumidoras por uma marca que cuidasse melhor do meio ambiente.

Com um sistema de venda direta que já tinha sido implementado no mercado pela concorrência, como a Avon, a Natura foi além e incorporou sustentabilidade e redução de custos na sua missão de negócio. A empresa fez com que sua campanha de sustentabilidade se transformasse em um hábito de consumo das suas clientes, que se engajaram na proposta de embalagens recicláveis e produtos mais naturais. Com este compromisso social e ambiental e foco na diversidade e no empoderamento feminino, a marca vem inspirando suas consumidoras e comercializando valor e identificação, além dos produtos.

A Netflix também pode ser citada como pioneira no seu segmento de suprir a demanda de aluguel de filmes e séries. E o interessante aqui, é que uma experiência pessoal serviu de gatilho para que o norte-americano Reed Hastings fundasse a empresa.

Hastings atrasou a devolução de um filme alugado e teve que pagar uma multa de 40 dólares. Isso o levou a pensar em um modelo de locação sem multas e que oferecesse mais conforto e comodidade aos usuários. No início, a empresa fornecia um serviço de entrega de DVDs pelo correio, cobrando uma taxa fixa sem data para entrega. E em 2005, a empresa decolou e adotou o modelo que conhecemos hoje, se tornando mundialmente conhecida.

Esses exemplos mostram que, para sobreviver em um mercado altamente competitivo e com as rápidas mudanças que estamos experimentando, é preciso se reinventar. Por isso, entenda e conheça mais profundamente seu negócio e tudo que o cerca. Assim, você tem chances de criar ofertas únicas, posicionando sua empresa, se diferenciando dos concorrentes, conquistando e fidelizando clientes.

E aí, você já oferece algum serviço ou produto que se encaixa na estratégia de oferta única?
Conta aqui nos comentários para a gente! 👇☺

 

Deixe o seu comentário