Carregando

Banco Topázio integra gestão do Instituto Caldeira

Por banco-topazio | 21 de maio de 2020

Impulsionar transformações e novos negócios por meio da conexão entre empresas, startups e agentes de inovação. Essa é a proposta do Instituto Caldeira, fundado em 2019 e com inauguração prevista ainda para 2020, em Porto Alegre.

Com uma agenda extensa, um dos principais pilares está na promoção de uma pauta positiva de eventos, curadoria de conteúdo, educação, aprendizado e missões internacionais disponíveis para toda a sociedade gaúcha.

As universidades também fazem parte e serão responsáveis por fomentar o conhecimento. Ufrgs, Pucrs e Unisinos, em parceria com instituições de ensino dos EUA e Israel irão capacitar profissionais ligados às profissões do futuro, como engenharia de dados, big data, software, robótica e internet das coisas.

 

O BANCO TOPÁZIO E O INSTITUTO CALDEIRA

 

O Banco Topázio, por meio do CEO Haroldo Stumpf, integra o Conselho de Administração do Instituto. “A iniciativa é fortemente apoiada por todo o grupo Ernesto Correa da Silva”, comenta.

Com a premissa de promover a transformação digital, o Instituto Caldeira beneficiará também startups, que poderão usufruir de programas de inovação, de áreas de pesquisa e de desenvolvimento. Para Stumpf, a iniciativa é uma forma de fomentar novos players gaúchos, trazendo inúmeros benefícios para o Estado.

“Nosso foco está em dar apoio efetivo aos empreendedores da nova economia, incentivando que a inovação permaneça no Rio Grande do Sul. Temos muito orgulho em participar ativamente da gestão do Instituto e em contribuir para a promoção essa transformação digital”, conclui.

Além do Banco Topázio, o Instituto Caldeira possui empresas como Renner, Panvel, Gerdau, Sicredi, Banco Agibank e será construído no DC Navegantes, em Porto Alegre.

Conheça mais sobre a iniciativa, que integra o Pacto Alegre.

—-

Acompanhe aqui mais conteúdos sobre o Banco Topázio no blog Mais Negócio.

Deixe o seu comentário