Carregando

Tendências do varejo: dicas e novidades para pequenos e médios negócios em 2022

Por banco-topazio | 20 de dezembro de 2021

O avanço tecnológico transformou os hábitos de consumo de produtos e serviços. Confira algumas tendências do varejo para o ano que está chegando

O avanço tecnológico está impactando diretamente nos hábitos de consumo de produtos e serviços. O varejo, especialmente, passou por muitas transformações ao longo dos últimos dois anos.  Os negócios tiveram de se adaptar, adotar novas formas de vender e de se relacionar com clientes. Em 2021, alguns modelos se consolidaram, mas as novidades seguem acontecendo. Foi um período de aumento das vendas online, explosão do e-commerce no Brasil e evolução das novas formas de pagamento proporcionadas pelo lançamento do Pix.

Com a situação da pandemia mais controlada e a redução das medidas de restrição social, é preciso ficar atento a outros fatores para o ano de 2022. Listamos abaixo algumas tendências para o varejo para o ano que está por vir. Confira:

E-commerce

Com as medidas de isolamento social, os e-commerces ganharam força, impulsionando as vendas online. Se antes, muitos brasileiros não tinham o hábito de comprar pela internet, pós-pandemia esse comportamento mudou. Pois foi justamente em 2020 que muitos brasileiros fizeram suas primeiras compras online. Em 2021, as transações digitais ganharam ainda mais força e, para 2022, mesmo com a situação da pandemia controlada, a expectativa é que o mercado digital siga se desenvolvendo. E essa é uma das tendências do varejo para 2022.

O e-commerce possibilita vender para um número maior de consumidores, ultrapassando fronteiras locais. E também, é possível reduzir custos como aluguel, mobiliário e despesas para manutenção, entre outros.

Marketing digital

Ainda que o varejo online tenha tantas vantagens, existe a questão da concorrência, que pode ser mais forte nos meios digitais. Nesse sentido, é fundamental investir em marketing digital para que a sua marca ganhe visibilidade e se destaque, atraindo clientes para a sua loja virtual.

O marketing digital pode ser crucial para quem aposta no varejo por e-commerce. Existem diversas estratégias dentro do marketing digital para impulsionar negócios. Entre elas, o conteúdo é uma boa aposta entre as tendências do varejo para 2022.

Cada vez mais, as empresas estão investindo em conteúdos para blogs, site e redes sociais, como uma forma de gerar engajamento com clientes, diferenciar-se da concorrência e atrair novos possíveis compradores. Nesse sentido, entre as tendências do varejo está também a parceria com influenciadores digitais para divulgar produtos ou serviços. A estratégia pode aumentar as vendas e fortalecer a marca.

Experiências mistas: vendas online e off-line

Ainda que os e-commerce estejam crescendo consideravelmente, a situação da pandemia mais controlada indica também uma retomada dos pontos físicos do comércio. Entre as tendências do varejo para 2022 está a experiência mista de compra. Por exemplo: as pessoas utilizam o smartphone para pesquisar, escolher e até comprar os produtos. Porém, podem escolher retirar em loja. 

Por isso, é importante ter em mente a importância de oferecer a melhor experiência ao cliente, apostando em comodidade, conveniência e agilidade. Seja no ambiente online ou offline. Isso porque, para os próximos anos, as operações físicas e digitais estarão cada vez mais integradas e conectadas.

Nesse sentido, entre os exemplos estão soluções de atendimento, como os chatbots. Ou seja: programa de computador que tenta simular um ser humano na conversação com as pessoas. Eles devem ser cada vez mais utilizados daqui para frente. Investimentos em aplicativos próprios, tanto para serem usados nas lojas físicas quanto pelos consumidores em casa estão entre as tendências do varejo. Além disso, a ampliação das ferramentas de pagamento, como o Pix, por exemplo, serão cada vez mais necessárias. 

Dropshipping

Um dos tipos de negócios que vem ganhando popularidade é o Dropshipping– uma das apostas para 2022 e que figura entre as tendências do varejo. 

O Dropshipping é um tipo de negócio em que a pessoa atua de forma intermediária. Ou seja: sem a necessidade de ter o produto ou serviço em si. Dessa forma, ela se torna um revendedor, e o seu trabalho está baseado em vender algo de outro vendedor para os seus clientes. 

No dropshipping, você faz a ponte entre o fornecedor e o consumidor, mas você não é o responsável pela produção e também não tem o produto em estoque. O vendedor ou vendedora entra em contato diretamente com a fábrica ou fornecedor e divulga os produtos em seu website, fazendo com que o comprador receba a encomenda direto do fornecedor. É diferente de um marketplace, por exemplo, em que você tem um produto que você vende ou fabrica e coloca à venda em uma plataforma, como Mercado Livre, por exemplo.

O dropshipping é uma oportunidade para quem deseja abrir um negócio, porém não possui os recursos necessários para investir. Nesta modalidade, não há preocupações com fatores como produção e estoque, por exemplo. No entanto, para ter lucratividade e bons resultados, é necessária muita dedicação para obter volume de vendas, além de  analisar a melhor forma de divulgar os produtos.  

Essas são algumas das tendências do varejo para o ano de 2022. Acompanhe o blog Mais Negócio para outras dicas voltadas a pequenas e médias empresas.

Deixe o seu comentário