Carregando

Open Banking: status de implementação no Brasil

Por banco-topazio | 23 de fevereiro de 2021

Entenda como o Open Banking está sendo implementado e quais mudanças ele trará para o mercado brasileiro

O Open Banking, ou sistema financeiro aberto, irá possibilitar novas experiências ao cliente final. Em outras palavras, ele vai viabilizar o compartilhamento padronizado de dados. E também serviços e produtos a partir da abertura e integração de sistemas.

Ou seja, será desenvolvido a partir de uma tecnologia específica, a ser utilizada por instituições financeiras, instituições de pagamento e outras instituições autorizadas pelo Banco Central do Brasil (BACEN).

Na prática, o Open Banking funcionará como um facilitador pela ampliação dos sistemas bancários digitais. A implementação, de acordo com o BACEN, deve ser finalizada até dezembro deste ano e deve ocorrer em 4 fases. 

Será possível, por exemplo, conectar aplicativos de gestão financeira aos sistemas dos bancos. Desta forma, as informações do extrato serão acessadas automaticamente. Outras possibilidades de desenvolvimento a partir do Open Banking são apps de aconselhamento financeiro e de planejamento familiar; iniciação de pagamento em mídias sociais e marketplace de crédito.

Mudanças que o Open Banking trará

Será a partir do Open Banking que os usuários poderão compartilhar informações bancárias, com empresas de tecnologia que oferecem serviços financeiros, como as fintechs, além de contar com a praticidade para acessar taxas, prazos e produtos mais convenientes e vantajosos.

A funcionalidade será regulamentada pelo governo Federal e, posteriormente, será supervisionada pelo Banco Central do Brasil (BACEN). Entre as novidades propostas pelo Open Banking estão o compartilhamento de dados, produtos e serviços, além da integração entre plataformas digitais e instituições financeiras.

Dessa forma, as principais mudanças que o Open Banking trará: 

> Mais liberdade para os clientes escolherem produtos e serviços, com

um sistema financeiro mais inclusivo;

> Maior concorrência, com um papel maior para todos os participantes;

> A vantagem competitiva não estará na escala ou no capital, mas na

compreensão e na antecipação da demanda do cliente, que mudará

em ritmo significativo;

> Inovação e competição em harmonia com requisitos prudenciais e a

estabilidade financeira;

> Promoção de um ambiente de competição e possível redução de custos para empresas e usuários.

Quer receber conteúdos como esse por email? Inscreva-se na nossa newsletter!
É só preencher seus dados no final da página.

Relação entre Open Banking e Pix

A proposta do Open Banking se assemelha ao Pix, principalmente no sentido de inovação e  autonomia aos usuários. Assim como o Pix ingressou com força no sistema financeiro e revolucionou as formas de pagamento, o Open Banking também deverá provocar movimentos.

Tanto o Pix, quanto o Open Banking, fazem parte de um conjunto de ações do BACEN, na dimensão Competitividade, que visam implementar as inovações na Agenda BC#. Portanto, a regulamentação do Open Banking criará um ambiente favorável para o surgimento de novas soluções de serviços inclusivos, competitivos, seguros e customizados ao perfil de clientes. 

Status de implementação

A implementação do Open Banking deve ocorrer em 4 fases. A expectativa, segundo o BACEN, é que o cronograma seja finalizado no final da primeira quinzena de dezembro. 

> Fase 1 (a partir de 01/02/2021): Canais de atendimento, produtos e serviços mais relevantes, como contas de depósito à vista e operações de crédito;

>Fase 2 (a partir de 15/07/2021): Cadastros e transações de clientes relativas aos produtos e serviços da fase 1;

> Fase 3 (a partir de 30/08/2021): Serviços de iniciação de transação de pagamentos e encaminhamento de proposta de operação de crédito;

> Fase 4 (a partir de 15/12/2021): Outros produtos, serviços e transações de clientes, como operações de câmbio, investimentos, seguros e contas-salário.

O Open Banking vem sendo definido como um passo importante no processo de digitalização do sistema financeiro, promovendo melhor e maior acesso de clientes e empresas aos serviços e produtos financeiros. Confira também esse post sobre a mudança positiva no sistema financeiro a partir do Open Banking. E clique aqui para saber mais sobre a segurança das operações para o usuário.

Deixe o seu comentário