Carregando

Indústria 4.0: transformação, adaptação e tecnologias

Por banco-topazio | 10 de agosto de 2021

Entenda os pontos de transformação da Indústria 4.0 e saiba como se adaptar aos avanços tecnológicos

A Indústria 4.0, também conhecida como 4ª revolução industrial, é caracterizada principalmente pelo movimento de digitalização completa dos processos, ou seja, o avanço tecnológico. Nesse sentido, a nova etapa da produção começou a surgir em meados de 2010 na Alemanha, durante uma transformação significativa na digitalização da manufatura.

Foi a partir do início da Indústria 4.0 que começaram a surgir as chamadas “fábricas inteligentes”, ou seja, nessa fase as organizações passaram a contar com máquinas cada vez mais elaboradas. A partir disso, começou um processo significativo de mudança nos ambientes de produção.

Tecnologias da Indústria 4.0

Tudo o que envolve o contexto da 4ª revolução industrial está diretamente ligado ao avanço tecnológico. Dentro desse universo, existem tecnologias específicas que podem ser vistas como destaques. Entre elas está a interação entre equipamentos, também conhecida como Internet Of Things (IOF), em português Internet das Coisas. Ela está ligada ao fato de que dispositivos conectados à internet conseguem se comunicar diretamente com outros, criando uma rede inteligente e otimizando processos.

E é claro que o Big Data também faz parte desses avanços, pois a conexão de máquinas e processos exige uma gestão de dados eficiente. O Big Data é justamente a tecnologia que reúne um grande volume de dados. Ou seja, é com ele que as empresas conseguem reunir e processar os conjuntos complexos de informações para garantir um funcionamento integrado entre os equipamentos.

Também fazem parte do conjunto de tecnologias os robôs autônomos, a simulação digital, a segurança digital e a integração de sistemas. Além disso, também estão incluídas a computação em nuvem,  manufatura aditiva e realidade aumentada.

Indústria 4.0: como se adaptar?

A adaptação aos novos formatos de atuação da Indústria 4.0 é essencial para que as organizações se mantenham atualizadas. Dessa forma, é importante que as empresas consigam aproveitar as oportunidades dos recursos tecnológicos para ampliar os negócios.

No Brasil, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) financia o programa de incentivo “Agenda Brasileira para a Indústria 4.0”. O desenvolvimento da iniciativa, que começou oficialmente em 2018, foi feito pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviço. O principal objetivo da Agenda é incentivar e divulgar a Indústria 4.0. Além disso, também reforça a importância para as indústrias sobre a adesão rápida aos avanços desse contexto. 

Quer receber conteúdos como esse por email? Inscreva-se na nossa newsletter!
É só preencher seus dados no final da página.

Novas soluções, modelos de negócios e foco na experiência do cliente são novidades que integram essa nova etapa. A partir de uma análise dos melhores caminhos, cada organização deve definir o que se encaixa em seus próprios ambientes de trabalho. Portanto, estar por dentro das novidades da tecnologia e das formas como essas ferramentas podem se integrar ao dia a dia das organizações é importante para garantir que as atualizações sejam feitas constantemente. Aproveite para ler mais sobre transformação digital e hábitos dos consumidores nos posts abaixo:

> Pagamentos digitais: pesquisa aponta tendências e hábitos dos consumidores

> Transformação digital: a influência da tecnologia nos negócios

Deixe o seu comentário