Carregando

Entenda os diferentes tipos de cadastro para cada operação de câmbio

Por banco-topazio | 27 de abril de 2021

Saiba por que existem diferenças nos cadastros de cada cliente conforme o volume da operação de câmbio no Topázio

Quando se fala em operação de câmbio, existem diversas exigências para o cadastro de clientes. Aqui no Topázio, uma das variáveis que pode influenciar nessas solicitações, por exemplo, é o volume da movimentação da operação.

Os principais tipos de operações feitas atualmente na área de câmbio do Topázio giram em torno das criptomoedas, importação e exportação. Além dessas, também são usuais em nossa atuação os investimentos, a disponibilidade e as facilitadoras de pagamentos.

As operações de câmbio são realizadas em sua maioria por pessoas jurídicas e, em alguns casos, por pessoas físicas, como as remessas de disponibilidade, manutenção de residentes, entre outras. A partir do tipo de operação, será determinado o fluxo de cadastro e a análise será de acordo com o risco e complexidade que representam. 

Conforme a Analista de Câmbio do Topázio, Jaqueline Almeida, nas operações acima de USD 3.000,00 ou equivalente em outras moedas, por exemplo, é necessário apresentar documentação mais detalhada. Além disso, a análise também é rigorosa e atende a determinados critérios, como vamos detalhar abaixo.

Jaqueline Almeida

Jaqueline Almeida, Analista de Câmbio

Quer receber conteúdos como esse por email? Inscreva-se na nossa newsletter!
É só preencher seus dados no final da página.

Etapas cadastrais para garantir a segurança das operações

Em relação a documentação, para pessoas jurídicas são solicitadas informações que referem-se à constituição da empresa em si, como os comprovantes da Junta Comercial. Além de preenchimento da ficha cadastral e envio de outros documentos como a relação de faturamento, balanço patrimonial e informações de operações de câmbio realizadas anteriormente. 

Além disso, também são necessárias informações referentes aos sócios, como documentos de identificação (RG, CPF, CNH e CTPS), bem como preenchimento da ficha cadastral e envio do comprovante de residência.

Jaqueline ainda explica que há três cenários definidos de cadastro para clientes que desejam fazer operações de câmbio no Topázio:

> Operações até USD 3.000,00/cada, limitados à USD 10.000,00/mês:

Considerado de baixo risco, este cenário possui fluxo de cadastro rápido, simplificado e a quantidade de documentação é menor.

> Operações até USD 100.000,00/ano:

Neste caso, o cliente fará o cadastro mais completo com envio da documentação padrão para pessoas físicas e jurídicas com KYC validado na área de Câmbio. O fluxo inicia com a área de formalização que recebe a documentação do cliente, verifica e faz o envio para análise da área de cadastro. De acordo com o tipo de operação, se for necessário, a área de Câmbio fará o encaminhamento para análise do setor de Monitoramento.

> Operações acima de USD 100.000,00 ao ano:

Nos casos de operações com estruturações que não ocorrem com tanta frequência,  será feita primeiramente a análise de Monitoramento e, somente após a aprovação, é que será iniciado o processo de cadastro. Para esse tipo de operação é necessário fazer o cadastro completo, com a documentação padrão para pessoas físicas e jurídicas e KYC validado pela área de monitoramento. Neste caso o fluxo irá depender da complexidade da operação.

Ou seja, as diferenças nos cadastros e nas exigências de documentos variam de acordo com o volume das operações. Nesse sentido, quanto maior for o valor a ser movimentado pelo cliente, mais criteriosas são as análises. Além disso, mais detalhado é o cadastramento. 

Para saber mais sobre o mercado de câmbio e os critérios para escolher o melhor parceiro para suas operações, confira outras publicações:

> Mercado de câmbio: entenda o que é e como funciona o ambiente de troca de moedas estrangeiras

> Critérios para escolher o parceiro de câmbio da sua empresa

Deixe o seu comentário