Carregando

Do Mundo VUCA para o Mundo BANI: entenda os impactos dessa transformação

Por banco-topazio | 25 de junho de 2021

Saiba mais sobre os conceitos de Mundo VUCA e Mundo BANI e entenda como está ocorrendo essa transformação

O conceito Mundo VUCA surgiu nos anos 1990 e definia o cenário mundial da época. Dessa forma, VUCA é uma abreviação para os termos em inglês Volatility, Uncertainty, Complexity e Ambiguity, na tradução: volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade. Desde então, esses itens têm se apresentado com frequência no ambiente dos negócios.

Vamos entender o detalhes de cada um dos termos que caracterizam o Mundo VUCA:

Volatilidade:

As mudanças que acontecem hoje em dia são muito rápidas. E, dessa forma, fica cada vez mais complicado determinar causa e efeito. Por exemplo: o rádio levou quase 4 décadas para alcançar uma audiência de 50 milhões de pessoas, a televisão levou 13 anos e, a internet, chegou a esse patamar em apenas 4 anos.

Incerteza:

A partir dessa velocidade também é mais difícil antecipar resultados de determinados eventos. Ou seja, experiências que já ocorreram não têm a mesma importância e dificilmente são aplicáveis ao contexto atual. Nesse sentido, os reflexos se aplicam aos desafios para planejar investimentos, tomar decisões e traçar etapas de crescimento, porque o caminho é incerto.

Do Mundo VUCA para o Mundo BANI entenda os impactos dessa transformação_Banco Topázio

Complexidade:

Por conta de detalhes e mudanças, o mundo está cada vez mais complexo. Cada situação tem uma repercussão grande, com desdobramentos que precisam ser devidamente analisados. Cada decisão se torna uma rede imensa de possibilidades, e é uma grande responsabilidade escolher o que é certo.

Ambiguidade:

É fundamental recordar que as realidades de grupos diferentes não são as mesmas. Por isso, padronizar não é um bom caminho, basicamente porque o mundo binário, aquele em preto e branco, não existe mais. Nas redes sociais, por exemplo, os usuários têm acesso a pelo menos 56 possibilidades de gênero para definir um público-alvo para seu negócio. É hora de atender as demandas pautadas na diversidade e desafiar sistemas de valores pessoais. Isso torna uma boa gestão um ponto ainda mais desafiador, principalmente por conta da dinâmica do mercado e a dificuldade de prever cenários. 

Transição de Mundo VUCA para Mundo BANI

Aos poucos o contexto está se transformando, passando de Mundo VUCA para Mundo BANI, mas o que isso significa?

Se no Mundo VUCA, a tecnologia funcionava como um dos fatores importantes para a construção de novos negócios, com a chegada do Mundo BANI — termo cunhado pelo antropólogo e futurista Jamais Cascio — esse cenário muda. BANI é uma sigla para as palavras Brittle (Frágil), Anxious (Ansiedade), Nonlinear (Não-linearidade)  e Incomprehensible (Incompreensível). Confira os detalhes:

Frágil:

Se, no mundo VUCA, a volatilidade é predominante, no mundo BANI ela se transforma em fragilidade. Em outras palavras, a impermanência é marcante nesse contexto. O medo de perder o emprego, os planejamentos com menores prazos e a impressão de que tudo pode desmoronar a qualquer momento estão cada vez mais presentes hoje em dia.

Ansiedade:

Principalmente por conta da pandemia, a ansiedade se mostrou cada vez mais presente na vida das pessoas. As incertezas do mundo VUCA deram espaço a um ambiente cada vez mais ansioso e inseguro. Dessa forma, a ansiedade pelo que deve acontecer nos próximos momentos se tornou cada vez mais predominante. 

Não-linearidade:

A complexidade do mundo VUCA se tornou a não-linearidade, marcada pela falta de conexão entre causa e efeito. A pandemia e a crise climática, por exemplo, demonstram as faces desse sistema. 

Incompreensível:

A ambiguidade dá lugar a um momento de profunda incompreensão, que surge motivado pelo excesso de informações. No mundo BANI, as informações correm com tanta frequência e rapidez, que muitos simplesmente não entendem os contextos e, consequentemente, não sabem como agir.  Se instala uma crise quanto à capacidade de analisar os fatos e compreender o que faz sentido ou não. 

Quer receber conteúdos como esse por email? Inscreva-se na nossa newsletter!
É só preencher seus dados no final da página.

No Mundo VUCA, a tecnologia era considerada um dos fatores importantes para a construção de novos negócios. Entretanto, com a chegada do Mundo BANI, esse contexto se transforma. Dessa forma, a volatilidade muda para um mundo frágil, a incerteza passa a ser ansiedade, enquanto a complexidade dá espaço à não-linearidade e a ambiguidade se torna a incompreensão.

Portanto, a lógica do Mundo BANI – criado em 2018 – reflete principalmente a realidade da sociedade após o início da pandemia. Todos os fatores estão relacionados e reforçam a importância de as empresas agirem rápido e, até mesmo, anteciparem problemas e soluções para que seja possível prosperar no mundo dos negócios. O modelo é considerado a evolução natural do Mundo VUCA. Nesse sentido, para lidar com todas as transformações que vêm sendo apresentadas no novo cenário, é fundamental contar com as evoluções tecnológicas e habilidades específicas como as soft skills. 

Hard skills e soft skills: a importância no mundo VUCA e no mundo BANI

Para se encaixar nesses dois contextos do mundo corporativo, é fundamental que os profissionais desenvolvam hard skills e soft skills, ou seja, habilidades técnicas e habilidades comportamentais. É poosível desenvolver as hard skills (habilidades técnicas), por exemplo, em sala de aula, livros e apostilas, através dos estudos e também no trabalho, como por exemplo: contabilidade, programação, pesquisa, escrita, entre outras.

Já as soft skills (habilidades comportamentais) são subjetivas e estão diretamente relacionadas às características de cada pessoa, como por exemplo: empatia, pensamento crítico, resolução de conflitos, liderança, persuasão e diversas outras. Esses pontos são fundamentais para que, mesmo com a transformação do mercado, os profissionais consigam demonstrar sua atuação e produtividade dentro dos diferentes cenários.

Deixe o seu comentário