Carregando

Quero abrir uma empresa: por onde devo começar?

Por banco-topazio | 19 de maio de 2020

Se você está pensando em abrir uma empresa, há dois fatores importantes que precisam ser considerados inicialmente: estruturar um planejamento financeiro e contar com o apoio de uma empresa de contabilidade de confiança.

O planejamento financeiro é uma das etapas mais importantes para quem deseja empreender. Requer cuidados especiais, que irão fazer toda a diferença quando se pensa na saúde do negócio. Já a escolha de tributação da empresa e custos de abertura também são definições necessárias nesse início e, se você tiver a orientação de um profissional capacitado na área da contabilidade, poderá evitar definições equivocadas.

 

Organizamos algumas orientações e dicas que podem ajudar, considerando esses dois aspectos (financeiro e contábil). Confira:

 

PLANEJAMENTO FINANCEIRO PARA UMA EMPRESA

Para iniciar um planejamento financeiro, é importante listar todas as despesas do negócio, sejam elas fixas ou variáveis. Você sabe a diferença entre elas? 

Despesas fixas

São aquelas com valores recorrentes, ou seja, ocorrem todos os meses independente do faturamento da empresa. Se enquadram nessa categoria as contas de consumo em geral, que têm uma parcela mínima a ser paga — incluindo água, energia e telefone — e ainda o salário dos funcionários, o aluguel do imóvel onde o negócio se localiza, os honorários do contador e outros gastos frequentes da empresa.

Despesas variáveis

Estas estão diretamente ligadas ao negócio da empresa. Podemos exemplificar aqueles pagamentos relacionados às comissões de funcionários, matéria-prima e até impostos, que são calculados de acordo com a quantidade de mercadoria ou serviços negociados. Investimentos em marketing também não são contínuos e podem variar. 

Elencando todas as despesas e definindo o que é fixo ou variável, é possível ter uma noção mais clara do custo e das necessidades do negócio. 

Outro ponto importante, que não se pode deixar de prever, é um percentual para capital de giro – que é o dinheiro necessário para bancar a continuidade do funcionamento da sua empresa. É ele que garante a saúde financeira do negócio, proporcionando recursos de financiamento aos clientes (nas vendas à prazo); mantendo os estoques; assegurando o pagamento aos fornecedores (compras de matéria-prima ou mercadorias de revenda), bem como o pagamento de impostos, salários e demais custos e despesas operacionais.

Confira neste vídeo do Sebrae mais detalhes sobre capital de giro e controle financeiro.

 

ESCOLHENDO UM PARCEIRO PARA A CONTABILIDADE DA SUA EMPRESA

A empresa de contabilidade ou contador que será parceiro do seu negócio deverá ser escolhido com critério, pois é fundamental que seja de sua confiança. Ela será responsável por gerar as informações contábeis e fiscais imprescindíveis para estar em dia com os órgãos públicos. 

O contador também poderá cuidar atentamente de questões societárias. Além disso, em alguns casos, as empresas de contabilidade oferecem serviços voltados para gestão de recursos humanos, como registro de funcionários, incluindo as anotações nos livros ou fichas de registro de empregados e na carteira de trabalho (CTPS), contrato de trabalho, elaboração de contratos, folhas de pagamento, guias para recolhimento IRRF, INSS, FGTS e contribuições sindicais, assistenciais e/ou patronais, rescisões, atualização e anotações na CTPS, emissão de recibos de pró-labore, entre outros.

Documentos necessários para abrir uma empresa e em quais órgãos buscar:

– Junta Comercial: registros dos atos sociais (contrato social, atas de reuniões, deliberações etc.).

– Receita Federal: para obtenção de registro do CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica).

– Prefeitura: para obtenção do Alvará de Funcionamento e nota fiscal, caso a empresa seja contribuinte do ISS (Imposto Sobre Serviços).

– Secretaria Estadual da Fazenda: para obtenção de inscrição Estadual.

 

Gostou do conteúdo? Esperamos que essas informações sobre planejamento financeiro e sobre a área contábil ajude você a dar os primeiros passos para abrir o seu negócio.  Separamos também alguns links extras para você se aprofundar no tema:

 

>> Neste post você confere 5 dicas de planejamento financeiro. 

>> Se gostar de ter tudo no smartphone, aqui listamos alguns apps úteis para o dia a dia.

>> Em relação à tributação, o Blog Mais Negócio possui um conteúdo sobre as vantagens do Simples Nacional para micro e pequenas empresas. Confira aqui.

Deixe o seu comentário