Carregando

O que é taxa de câmbio e como ela é calculada

Por banco-topazio | 27 de março de 2020

Ter esse conhecimento é importante para analisar o mercado e prever cenários

Para viajar para outro país ou realizar negócios internacionais você vai, evidentemente, deparar-se com moedas diferentes do real brasileiro. Dentre as mais aceitas no mundo, o dólar americano é o campeão, mas podemos citar ainda o euro e a libra como as mais conhecidas e utilizadas.

Normalmente os países não aceitam compras ou transações em outras moedas e é necessário realizar o câmbio, que é uma operação financeira para trocar, vender ou comprar valores em dinheiro de outros países. Por isso, para pensar em negociações e transações financeiras com ativos de outros países, você deve prestar atenção na taxa de câmbio.

Por definição, a taxa de câmbio é o preço de uma moeda em relação a outra, e este valor depende de fatores como risco político, liquidez, juros e aversão ao risco. Além disso, existem situações surpresa que podem acrescentar mais variáveis nesta equação.

Leia mais: Entenda por que ocorre a variação de câmbio e como impacta seu negócio

Como a taxa de câmbio é calculada?

No Brasil, a taxa de câmbio de referência publicada pelo Banco Central (BACEN) é a Ptax. De acordo com a instituição, “as taxas PTAX de compra e de venda correspondem, respectivamente, às médias aritméticas das taxas de compra e de venda das consultas realizadas diariamente. São feitas quatro consultas de taxas aos dealers de câmbio: entre 10h e 10h10; 11h e 11h10; 12h e 12h10; e 13h e 13h10. As taxas de câmbio de compra e de venda referentes a cada consulta correspondem, respectivamente, às médias das cotações de compra e de venda efetivamente fornecidas pelos dealers, excluídas, em cada caso, as duas maiores e as duas menores”.

Ou seja, a taxa Ptax é considerada livre de spread, por ser de interbancário, e representa uma média do preço praticado no período da manhã, que tende a concentrar a maior parte das operações do dia. É a oficial e para todas moedas registradas no BACEN.

A Ptax serve como referência para o mercado que trabalha com câmbio ou dolarizado e é utilizada para diversos contratos, que vão desde acordos entre empresas, e até contratos futuros ou de derivativos.

Fatores políticos e econômicos podem tornar uma moeda mais forte ou mais fraca, influenciando o preço final da taxa de câmbio, que é definida de acordo com os regimes cambiais dos países, que determinam como ela será precificada.

Esses regimes podem ser de três tipos:

Câmbio fixo: neste regime, é a autoridade monetária que determina um valor fixo de uma moeda estrangeira em relação à moeda nacional, e a conversão é determinada pelo Banco Central pelo preço indicado.

O regime elimina temporariamente o risco cambial e previne a inflação. No entanto, o câmbio fixo pode se tornar insustentável se for mantido a médio e longo prazo, retendo o dinheiro no país.

Câmbio flutuante: no câmbio flutuante, as taxas de câmbio variam de acordo com as oscilações do mercado, e não há intervenção do governo com objetivo de elevar ou diminuir essas taxas. Este é o principal regime adotado em economias abertas ou semi-abertas, fato importante para o apetite ao risco de investidores.

Câmbio atrelado: neste sistema, também chamado de Banda Cambial, a autoridade monetária do país influencia no câmbio, nos moldes do câmbio fixo, mas a interferência é apenas para permitir a variação das taxas dentro de um determinado limite, mínimo e máximo. Para que esse sistema funcione, é necessário que o país tenha reservas internacionais suficientes para compra e venda de moeda.

O cálculo da taxa considera a taxa de juros das duas moedas, assim como os dias úteis nas duas Praças. Sempre que você receber uma informação de preço, inclusive a própria Ptax, saiba que aquela é a condição para D+2/D+2, ou seja, para que a operação de liquidada em 2 dias úteis.

No acordo de Bretton Woods ficou definido o conceito de Paridades, aonde todas moedas têm sua relação com o dólar norte-americano, o qual é aplicado até hoje. Isso quer dizer que, quando você está cotando Euros, por exemplo, na verdade está passando pelo preço de 3 moedas: Real versus Dólar norte-americano versus Euros. Por isso que, quando o BACEN divulga a Ptax, ele apresenta a taxa final, assim como as paridades e a paridade do dólar norte-americano é 1!

Leia mais:
Mercosul e União Europeia encaminham acordo de livre-comércio
O que você precisa saber sobre câmbio de criptomoedas

Compra e venda de moeda estrangeira

O comércio de moedas é feito por uma instituição autorizada pelo Banco Central, no caso do Brasil, como casas de câmbio ou bancos. Se uma pessoa física ou jurídica deseja comprar moeda estrangeira, a taxa oferecida será a de venda. Na situação contrária, na qual a instituição compra moeda estrangeira de pessoa física ou jurídica, a taxa será a de compra. Então considere que a cotação leva em consideração a perspectiva da instituição, não do cliente!

Existe diferença, ainda, nos tipos de operação de moeda: comercial ou turismo. Para explicar melhor como funciona este tipo de operação, vamos usar o dólar como exemplo:

– O dólar comercial é a taxa de mercado de câmbio pronto, aplicada nas transações de importação e exportação de bens e serviços, para prazo de até D+2 dias úteis em ambas as praças,sem liquidação em espécie.

– O dólar turismo é dinheiro em espécie, negociado nas casas de câmbio, correspondentes cambiais, bancos e corretoras. É mais caro que o dólar comercial, na medida em que considera custos como impostos, importação do papel-moeda e logística.

Ou seja, os valores monetários estrangeiros e as taxas de câmbio que envolvem as transações financeiras afetam diretamente a vida do cidadão e das empresas brasileiras, pois refletem nos preços de produtos para o consumidor final. Sendo assim, a economia brasileira está diretamente ligada às variações cambiais.

Trazer do exterior um produto que parece ser mais barato, organizar uma viagem de família, pensar em investimentos… Todas essas ações passam de alguma forma pela questão da variação cambial, inclusive a fatura do cartão de crédito.

Portanto, ter conhecimento destas taxas é importante para analisar o mercado, prever cenários, antecipar-se a altas e quedas e manter a saúde financeira do seu negócio.

Deixe o seu comentário