Carregando

Endividado? Confira algumas dicas para sair do vermelho

Por banco-topazio | 8 de maio de 2020

Quatro em cada dez brasileiros adultos estão endividados. É o que revela um levantamento realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Conforme a estimativa, quase 61 milhões de pessoas estavam endividadas em fevereiro de 2020. Segundo especialistas, os próximos meses são de ainda mais incerteza, principalmente em função da pandemia do novo Coronavírus e devido às medidas de contenção do contágio via isolamento social, que trazem fortes impactos na economia.

Os motivos que levam uma empresa ou pessoa a perder o controle das dívidas são muitos – desde fatores externos, como uma instabilidade econômica do país, passando por questões internas, como falta de pagamento de clientes, despesas que não estavam previstas no orçamento, entre outros. O importante, nestes casos, é estar atento e adotar medidas para manter o controle da situação, traçando um plano para voltar ao equilíbrio nas finanças. 

 

Reunimos aqui 5 dicas para quem está endividado e deseja quitar suas dívidas, reorganizar as finanças e sair do vermelho. Confira:

 

 

Saiba quanto você deve

 

O primeiro passo é ter a dimensão completa da extensão da sua dívida. Só assim é possível planejar a melhor solução do problema. Comece listando tudo o que você ou sua empresa devem, considerando empréstimos e financiamentos, anotando para quem, quanto e há quanto tempo deve. Depois, faça uma relação de todas as despesas fixas mensais, como contas de água e luz, aluguel, internet, telefone, plano de saúde, combustível, alimentação, cartão de crédito, entre outras. Fique atento também às despesas variáveis – aqueles custos que podem ser reduzidos, caso necessário. 

Neste momento, anote também todas as receitas, incluindo algum rendimento extra. Desta forma, você saberá quanto entra todo o mês e qual o custo mensal, avaliando a diferença entre eles.

 

Reduza os gastos

 

Depois de mapear todos os custos, chega a hora de apertar o cinto, mudar hábitos e adaptar as contas conforme os rendimentos. Liste todas as coisas que são possíveis de reduzir e aquelas que podem ser cortadas (avaliar estoque, gastos com energia, etc). Vale até criar uma campanha para engajar os colaboradores na economia da empresa. Faça os cálculos para que as despesas não sejam maiores do que as suas receitas. É importante, principalmente em casos de empresas, que a conta não fique empatada: é preciso sobrar um percentual para imprevistos e também para ajudar a compor, aos poucos, um giro de caixa adequado para a saúde financeira do seu negócio.

 

Negocie as dívidas

 

Se está inadimplente, é muito importante procurar o credor para tentar negociar a dúvida. Avalie se é possível quitar o valor à vista com desconto, usando alguma eventual reserva financeira. Caso não seja possível, solicite uma redução nos juros ou um prazo maior, com parcelas menores. Mas atenção: cuidado para não aceitar uma proposta difícil de cumprir. Já que, caso não consiga honrar as novas condições acertadas, será mais difícil renegociar no futuro. 

 

Limpe o seu nome

 

Após a quitação do débito ou pagamento da primeira parcela da dívida negociada, o consumidor deve ter o nome retirado dos cadastros de inadimplentes. Lembrando que a empresa tem até 05 (cinco) dias para regularizar a situação.

 

Avalie a necessidade de um empréstimo

 

Caso você entenda que há necessidade de um empréstimo, entre em contato com o banco com o qual possui relacionamento e avalie as melhores opções de taxa para o seu negócio. A dica é simular a contratação do crédito no próprio banco onde se é cliente e nos sites de empréstimo online. Com as propostas em mãos, será possível saber qual a instituição oferece as melhores condições e trocar a dívida atual por uma mais em conta. 

Feitos todos esses passos, é importante ficar atento ao futuro. Mantenha sempre sua tabela financeira atualizada, anote sempre as despesas e receitas e busque forma de economizar e manter uma reserva.

 

Confira aqui algumas dicas para sair da inadimplência neste vídeo do canal Me Poupe!, da especialista em finanças Nathalia Arcuri. 

 

Confira também: 

5 dicas para reduzir as despesas do seu negócio

5 dicas de planejamento financeiro para seu negócio

Deixe o seu comentário