Carregando

Dólar comercial e dólar de turismo: você sabe a diferença?

Por banco-topazio | 25 de janeiro de 2021

A cotação cambial do dólar comercial e do dólar de turismo é diferente. Entenda porque

 

Referência monetária global, o dólar americano é aceito para câmbio e comércio na maioria dos países do mundo. A cotação do dólar e a sua movimentação interfere diretamente na economia global. E é por isso que o valor do dólar é acompanhado diariamente e em tempo real. No entanto, existe uma variação de valor entre o dólar comercial e o dólar de turismo. 

 

De maneira resumida, a principal diferença está na finalidade. Enquanto o dólar comercial pode ser considerado para qualquer operação com liquidação eletrônica; o dólar de turismo é para liquidação em espécie e têm valor mais caro, em função do volume de transações e também pelo fato de que a movimentação pode ser feita em papel.

 

Isso porque ele precisa ser transportado com muita segurança e possui um elevado custo operacional. Como o risco para movimentar fisicamente algo de valor é muito alto, isso vai ser traduzido no preço que o cliente final paga.

 

Dólar Comercial

O dólar comercial é geralmente negociado por empresas ou instituições financeiras, autorizadas e regulamentadas pelo BACEN para realizar esse tipo de operação, para compra e venda de mercadorias, investimentos, importação e exportação. Embora o comercial seja digital e tenha outros riscos a serem considerados, ainda assim é mais competitivo. 

 

Além disso, o valor varia também conforme o cenário econômico brasileiro e de outros países. Isso porque o dólar está diretamente relacionado com as grandes movimentações de importação e exportação de empresas. Neste contexto, o Banco Central tem um papel importante de regulamentação e controle.

 

O valor, portanto, varia ao longo do dia, dependendo da procura, dentro da lógica da oferta e da demanda. É justamente por sofrer essas variações, que ele é acompanhado em tempo real no mundo inteiro.

 

Leia mais sobre variação cambial.

Quer receber conteúdos como esse por email? Inscreva-se na nossa newsletter!
É só preencher seus dados no final da página.

Dólar Turismo

O dólar de turismo tem como principal comprador as pessoas físicas, que adquirem o dinheiro para viajar ao exterior. Costuma ser mais caro, principalmente, por ter um menor volume de transações que o dólar comercial. 

 

Mas existem outros fatores que impactam no valor do dólar turismo. Entre eles, os custos das casas de câmbio, que compram a moeda em outras transações para depois vender ao consumidor. Esses custos incluem segurança, manutenção de cofres e taxas relacionadas às transações de compra e venda de moeda, por exemplo. Além disso, as casas de câmbio precisam considerar uma margem de lucro para sustentar o seu negócio.

 

Importante lembrar que além das casas de câmbio, a negociação do dólar de turismo também é  feita via ATM, bancos ou corretoras. E há ainda a movimentação via delivery, que está em crescimento.

 

Por isso, vale sempre pesquisar para encontrar um local que tenha uma oferta comercial atrativa e vantajosa para você.

 

Dólar de turismo: onde mais é aplicado

Além da compra da moeda em casas de câmbio, a cotação de dólar de turismo é aplicada na aquisição de produtos ou serviços estrangeiros, passagens aéreas, cartões de créditos e cartões pré-pagos. 

 

No caso das compras realizadas no exterior, um ponto importante a ser observado é o dia do processamento da compra. Como a cotação do dólar varia diariamente, o cartão de crédito, por exemplo, deve considerar a cotação do dólar no dia em que a compra foi realizada. Dessa forma, o consumidor consegue fazer uma previsão de quanto será o valor cobrado na fatura do cartão.

 

Ainda sobre as movimentações financeiras internacionais, é importante lembrar do IOF – Imposto Sobre Operações Financeiras. Ou seja: além do valor do produto, a pessoa pagará esse imposto ao governo brasileiro, conforme os percentuais abaixo:

 

Em espécie: 1,1%;

Cartão de crédito: 6,38%;

Cartão de débito: 6,38%;

 

O que engloba esse valor total dos custos de uma operação internacional é o VET (Valor Efetivo Total) O termo se refere ao número que inclui todos os custos: a cotação do dólar turismo, as tarifas e taxas cobradas na operação e o IOF.

 

Agora você já sabe as principais diferenças do dólar comercial e do dólar de turismo. Para ler mais conteúdos sobre o mercado de câmbio, acesse aqui.

 

Deixe o seu comentário