Carregando

Bank notes: o que é e como funciona no Brasil

Por banco-topazio | 13 de novembro de 2020

Bank notes é a comercialização de moeda estrangeira no mercado interno

 

Um termo usado principalmente por instituições financeiras, bancos e corretoras, o conceito de bank notes pode ser desconhecido para muitos ainda. Mas bank notes nada mais é do que a importação de papel moeda de outros países para a comercialização no mercado interno. Popularmente conhecido por “exchange” ou “câmbio”, é quando as pessoas compram moeda estrangeira em espécie para realizarem uma viagem para outro país, por exemplo.

 

A atividade de compra e venda de papel moeda é regulamentada pelo Banco Central, em parceria com a Receita Federal, que faz o controle aduaneiro. Trata-se de um mercado bastante restrito no país, uma vez que requer bastante conhecimento técnico.

 

Bank notes: como funciona?

Os bancos que possuem a licença no Brasil para operar no mercado de câmbio podem transacionar com bank notes, comprando moedas de instituições no exterior, fazendo essa custódia e comercializando com outros bancos, corretoras de câmbio, distribuidoras de títulos e valores mobiliários (DTVM) e agências de turismo autorizadas a operar câmbio pelo Banco Central.

 

Existe uma cultura bastante forte das pessoas físicas não buscarem atendimento nas instituições financeiras. Desta maneira, quando alguém precisa comprar dólar, por exemplo, é mais comum se dirigir a uma agência de turismo ou casas de câmbio. E estas, por sua vez, compram dos bancos.

 

Tipos de moedas

De maneira geral, todas as moedas podem ser oferecidas, porém isso é feito conforme demanda do mercado doméstico,  que considera principalmente dois pontos: se é um destino turístico ou se é um país que muita gente vai para estudar. Considerando isso, as moedas que mais são negociadas no país hoje são dólar americano, canadense, australiano ou neozelandês, euro, libra esterlina, franco suíço, peso argentino, chileno, mexicano, uruguaio e colombiano, Iene japonês e rand sul-africano.

 

Existem outras moedas menos conhecidas, como a coroa norueguesa, dinamarquesas e suíças. Porém, como a procura é mais baixa, às vezes só se encontra por encomenda. Além disso, quando há alguma sazonalidade e eventos, como as Olimpíadas, por exemplo, as instituições financeiras podem adquirir  antecipando a eventual procura.

 

Mercado aquecido e desaceleração na pandemia

Conforme Thiago Peixoto, consultor de câmbio do Banco Topázio, o mercado de bank notes estava bastante aquecido até o primeiro trimestre de 2020. “Havia uma projeção muito boa para esse ano. Porém por conta da pandemia e com as fronteiras fechadas acabou ocorrendo uma desaceleração”.

Bank notes: o que é e como funciona no Brasil

Thiago Peixoto, consultor de câmbio do Banco Topázio

Ele explica que na pandemia, com a queda do turismo, a compra de moedas acaba ficando estagnada. No entanto, segundo ele, as projeções para o futuro são promissoras.

 

“Tem muita gente que prefere ter o papel moeda do que simplesmente usar cartões de crédito ou cartões de viagem, porque o papel moeda sai mais barato. Apesar do risco maior de ter que cuidar por estar com o dinheiro fisicamente, o custo é menor do que gastar no cartão de crédito. Além disso, recentemente, o governo alterou a quantidade de moeda que se pode utilizar em viagem. Antes, havia um limite de 300 dólares por pessoa. Hoje esse valor aumentou para 500 dólares. Isso também é um fator que poderá contribuir pelo crescimento deste produto. Assim que a pandemia passar, a tendência é que o mercado se fortaleça novamente.

Para quem utiliza cartões em suas viagens, além do IOF de 6,38%, ainda fica exposto à taxa de câmbio que será aplicada. Houve uma importante mudança pela Carta Circular Nº 3.979, de outubro de 2019, que trouxe mais transparência e considerou a conversão pela taxa da data da compra, não do fechamento da fatura. Ademais há crescimento em soluções via contas de pagamento ou semelhantes, as quais ainda não tem legislação específica pelo Bacen, dependendo de análises interpretativas.

Quer receber conteúdos como esse por email? Inscreva-se na nossa newsletter!
É só preencher seus dados no final da página.

Saiba mais sobre o mercado de câmbio no blog do Banco Topázio.

Acompanhe aqui mais conteúdos sobre mercado do blog Mais Negócio.

Deixe o seu comentário