Carregando

7 dicas para ter um restaurante de sucesso

Por banco-topazio | 30 de maio de 2019

Cuidar da qualidade dos produtos que você serve e apostar na tecnologia para otimizar os processos, são algumas das práticas que podem apoiar o crescimento do seu negócio para ter um restaurante de sucesso.

Temos que pensar que quando uma pessoa, casal ou grupo de amigos, sai numa sexta-feira à noite para ir até um restaurante, o que interessa não é apenas comer uma boa refeição, eles buscam uma boa experiência também. 

E isso começa muito antes do prato chegar à mesa, inicia no momento em que você recebe os clientes, desde o tipo de acomodação que é oferecida: mesa, cadeiras, climatização do ambiente, etc. Até o momento de pagar a conta: atendimento do caixa, formas de pagamentos aceitas, e a preocupação de saber se ocorreu tudo conforme eles esperavam.

E como pensar em tudo isso, nem sempre está na rotina de um dono de estabelecimento, separamos sete dicas que podem ajudar o seu negócio a se tornar um restaurante de sucesso. Confira:

 

1. Produto diferenciado

Com a facilidade de vender pela internet e por aplicativos, a concorrência é cada vez maior em qualquer segmento e você deve se manter atualizado e atento aos hábitos e preferências de consumo dos seus  clientes.  

Sabemos que na maioria dos clientes escolhem o restaurante somente pela comida. Mas, muitas pessoas adoram “comer com os olhos”, não é mesmo? 🤩
E grande parte da decisão, em optar pelo seu restaurante ou não, é como os pratos são servidos, se eles são fiéis às fotos do cardápio (caso tenha), se os pratos chegam em um tempo aceitável depois do pedido realizado e se estão sendo servidos na temperatura ideal.

Além disso, é de extrema importância sinalizar que certos alimentos ou pratos do cardápio possuem glúten ou lactose. Isso mostra que você está atento à realidade dos clientes e se preocupa com o bem estar deles.

 

2. Estoque

Apesar de parecer óbvio, o controle do estoque pode ser mais complicado e importante do que parece. Como a maioria dos ingredientes utilizados nos restaurantes são perecíveis e em sua maioria, de curta validade, cabe ao gestor saber o que comprar e a quantidade ideal, para evitar ao máximo o desperdício de alimentos e de dinheiro.

Além do estoque  e controle de validade, a qualidade dos produtos também é um fator importante. De nada adianta comprar os ingredientes mais baratos para economizar, sendo que eles vão impactar no sabor do prato final, de modo que isso possa não atender às expectativas do seu cliente. 

Para que você possa cuidar do estoque de maneira mais tranquila, ter um fornecedor de confiança, que ofereça produtos de qualidade e condições de pagamento que estejam dentro da realidade do seu orçamento, fazem toda a diferença. Então, se for preciso, teste aos poucos novos fornecedores e produtos até encontrar o parceiro ideal.

 

3. Localização

Conhecer a região onde fica o seu estabelecimento é essencial. É preciso analisar se o que você vende está dentro da realidade das pessoas que frequentam o local. Por exemplo, não é indicado abrir um restaurante cinco estrelas em uma zona comercial, onde as pessoas procuram almoços rápidos e baratos. Além disso, para evitar o impacto da concorrência, é mais favorável apostar em áreas pouco servidas pelo tipo de comida e ambiente que você oferece.

Outro ponto importante é o estacionamento. Restaurantes com locais para guardar o carro ainda saem na frente dos demais pela facilidade proporcionada ao cliente. Se você não possui um espaço para ser o estacionamento do seu restaurante, pode procurar e fazer parceria com algum estacionamento da região, oferecendo um pequeno desconto aos seus clientes.

 

4. Higiene

Um restaurante também deve estar preparado para seguir à risca todas as exigências da vigilância sanitária. É necessário que tudo esteja de acordo com as normas de segurança alimentar para ter permissão para abrir e manter um restaurante funcionando. Se essas medidas não forem levadas a sério, seu orçamento poderá ser comprometido devido às punições aplicadas, como o alto preço das multas ou a interdição do local.

Vale lembrar que a preocupação com a higiene é importante para o bem-estar tanto dos colaboradores quanto dos clientes. Manter uma boa aparência do ambiente, a higiene dos alimentos e da cozinha garantem a segurança de todos.
Para saber mais e estar de acordo com as normas, você pode consultar sempre o site da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).
Há disponível também, uma cartilha de Boas Práticas para Serviços de Alimentação, basta clicar na imagem abaixo para ter acesso.

 

5. Atendimento

Como já dissemos, apenas servir um prato saboroso não é suficiente para fazer a experiência do cliente ser completa. Um atendimento atencioso e simpático faz toda a diferença. Por isso, é importante investir no treinamento dos profissionais que trabalham com você.

É importante também, que os funcionários (principalmente os garçons) conheçam muito bem os pratos oferecidos no cardápio, as formas de pagamento disponíveis e que estejam atentos ao tempo de preparo dos pedidos. Assim, caso haja algum atraso, eles possam avisar o cliente.

Chamar o cliente pelo nome, não pressioná-lo na hora de fazer o pedido e explicar os pratos solicitados com calma e clareza, também são ótimas formas de manter a satisfação do cliente. 

 

6. Tecnologia

A tecnologia vem transformando o comportamento de compra das pessoas. E assim como os demais negócios necessitam se atualizar, os restaurantes também. Invista na automação do seu negócio para organizar e agilizar os processos internos, como no caso dos sistemas de pedidos utilizados pelos garçons, que ajudam a evitar erros ao anotar as solicitações dos clientes.

Junto a isso, as compras por dispositivos móveis não param de crescer. De acordo com o relatório E-commerce Radar, o aumento de compras via dispositivos móveis subiu de 22% para 31% entre os anos de 2016 e 2017. Diante disso, uma maneira de ampliar seu atendimento para regiões ao redor do seu estabelecimento, seria cadastrar  seu restaurante em aplicativos de entrega de refeições,  como o iFood, Uber Eats, entre outros.

Outro fator que impacta no seu negócio é poder encontra-lo online. Atualmente, todos pesquisam endereço, fotos, avaliações e horário de funcionamento pela internet. E mesmo que você não tenha um site, essas informações podem ser encontradas em uma página do Facebook ou em uma página do Google Meu Negócio, que são ferramentas gratuitas e muito utilizadas para pesquisas.

Para quem não conhece, o Google Meu Negócio foi criado para os estabelecimentos poderem se conectar com seus clientes. Nele, você pode criar um perfil gratuito e colocar todas as informações úteis sobre seu negócio para que seus clientes encontrem e interajam com seu restaurante. Veja um exemplo de perfil:

 

Google Meu Negócio

 

Veja nesse vídeo como cadastrar seu estabelecimento no Google Meu Negócio:

 

7. Controle de ganhos e despesas

A gestão financeira é o principal pilar de um negócio de sucesso. Destinar o dinheiro para o lugar certo na hora certa, faz com que o fluxo de caixa mantenha seu equilíbrio, facilitando as previsões de onde investir mais ou menos ao longo do tempo. Com as contas estáveis, a liberdade para inovar aumenta. Assim, é possível por exemplo, fazer mais promoções ou planejar a expansão do negócio.

E para conseguir manter a gestão de fluxo de caixa, seja diário ou mensal, você deve registrar todos os recebimentos e pagamentos. Para isso,  você pode contar com a ajuda de planilhas em Excel, onde fica muito mais fácil manter a organização e compartilhar essas informações, caso você tenha ajuda de outra pessoa para esse controle.

Há algumas planilhas já prontas disponíveis na internet, que você só precisa fazer o download e preencher com os dados do seu fluxo de caixa. Aqui nesse link tem uma, é só baixar!

Viu, como existem uma série de fatores que devem ser levados em conta para alcançar o sucesso de um restaurante? 

Esperamos que você consiga colocar em prática todas essas dicas e que elas ajudem no seu dia a dia! E se tiver alguma dica importante que não falamos por aqui, ou alguma dúvida, é só comentar aqui no post 😉👇.

 

Deixe o seu comentário